O Escritor

Fraldas corporativas


Fraldas Corporativas - Indicado pelo portal Infomoney como livro nº 01 em “dicas de como o jovem pode se desenvolver e orientar sua trajetória profissio¬nal. A obra é recheada de elementos interes¬santes do mundo corporativo”. Este livro é um dos três pilares da “Felicidade” que Alfredo Assumpção nos ensina a alcançar. Em “Fraldas Corporativas” ele ajuda o acadêmico ou jovem, prestes a chegar ao seu primeiro emprego ou sua primeira atividade profissional, a como ser feliz desde o primeiro contato com o trabalho. Sempre lembrando que o mundo acadêmico é colaborativo por natureza e o mundo corporativo competitivo por essência. Há um choque natural ao se migrar de um sistema social para outro. O livro ajuda a amenizar este choque. Também ensina a como crescer e progredir no setor público. É um livro que não pode deixar de ser lido por jovens ou aqueles que pretendem orientar os jovens na sua carreira à seguir. Aqui, Alfredo Assumpção coloca à disposição da juventude seus mais de 40 anos de experiência e formação conceitual na área de recursos humanos.


Nitído espelho do mundo corporativo

Alfredo Assumpção entrega ao público novo livro que, já pelo título, é um achado literário, porque leva o emblemático para uma aspiralação totalizante que envolve, num chamamento, todos aqueles que se inserem no mundo corporativo, tão competitivo, em passos rápidos para uma cósmica e desnorteante integração, que, inversamente, por isto mesmo, cria desdobramentos surpreendentes ditados pela própria competição.

As novas gerações, que estão na base da pirâmide, ingressam neste universo, quantos deles sem parâmetros de como palmilhá-lo com segurança. Como entrar na roldana, quase num fuso veloz, dessa ciranda de tantas oportunidades, this is the question (eis a questão). Pois o autor tudo descortina aos “Fraldas” que vão chegando e possam eles então navegar bem no oceano altamente competitivo e fascinante. Partindo da própria vivência, sem nada, de origem humilde, o escritor vem vindo, no bolso apenas o ouro vivo e pulsante de como chegar lá, como chegou. E abre a alma, que é uma amostragem notável de vida profissional. Isto, porém, é apenas uma rápida e elíptica visão da sua própria caminhada. Importantíssimo, porque nela e através dela viu tudo, acumulou experiências que lhe deram o arcabouço e o conhecimento total deste universo competitivo. E, como ele próprio diz, quer ajudar os “Fraldas Corporativas” a alcançarem a realização profissional e felicidade neste novo mundo, mais rapidamente, e impedi-los de “perder tempo com muita bobagem natural para quem chega a este mundo.”

Não há como analisar obra desta natureza em espaço curto ou até mesmo razoável. É tão rico o treliçado que leva o leitor a palpitar com tudo isto. O livro se desdobra em quatorze capítulos, cada um deles seccionado em tópicos indispensáveis de serem conhecidos dentro desse universo, e no Brasil em particular, inserido como está nele.

O autor nunca desborda para a redundância. Cada módulo é fundamental e essencial, com dois detalhes a destacar: a capacidade de síntese do autor e o fascínio de cada informação. Não vai ao didatismo frio. Ao revés, o livro é palpitante, de leitura agradabilíssima de ponta a ponta. Não foge dos meios-tons e tudo deslinda com leve aura de arte criadora. Com essa leveza de trato expõe ao leitor a verdade verdadeira.

A obra é curiosamente una e difusa, altamente informativa e poliedricamente humana, sinalizando para um futuro mais feliz e fraterno. Tal como ele adverte na poesia Culpe o mundo, inserida por (pseudônimo) no livro Páginas roubadas: “O melhor refúgio / para quem não está / de bem consigo mesmo / é culpar o mundo.”

Quando o autor, logo no início do livro, se refere aos fenômenos e pessoas superdotadas que surgem sempre no planeta, exceções da regra, veio-nos à lembrança o grande Castro Alves, luminar do romantismo do século XIX e estrela brilhante de todos os tempos. Agripino Griego, o mais satírico e demolidor dos nossos críticos literários, dizia dele: “Castro Alves não foi um gênio: foi uma convulsão da natureza.”

Ninguém sintetizou a importância do livro como ele, numa única estrofe: “Oh, bendito o que semeia / Livros, livros a mão cheia / E manda o povo pensar.../ O livro, caindo n’alma, / É germe que faz a palma, / É chuva que faz o mar”... “Pois esta obra é tão oportuna aos “Fraldas Corporativas” que me permito, sem falso elogio, tão dispensável, buscando apenas levá-la a uma merecida divulgação, parodiar o gênio: “Oh, bendito o que semeia / Este livro a mão cheia / E manda o jovem pensar.../ Livro assim caindo n’alma / É germe que faz a palma, / É chuva que faz o mar...”

Tal como dizia Rachel de Queiroz sobre os bons livros: “É ler e tirar a prova.” Como este.”

 

Caio Porfírio Carneiro
Secretário Administrativo da
União Brasileira de Escritores (UBE)

Quarta capa

“Fraldas Corporativas” é um livro que busca auxiliar jovens universitários a entrar no mercado de trabalho: um passo difícil, já que o jovem deixa o ambiente mais colaborativo das instituições de ensino e passa a freqüentar o ambiente altamente competitivo das empresas, no qual afloram não só o melhor, mas também o pior do ser humano.
O livro detalha as habilidades e características relevantes e necessárias ao jovem na busca de sua inserção no mercado de trabalho e expõe a dinâmica de funcionamento das empresas, com foco nas relações interpessoais que as constituem. Ele também aponta o Brasil como o “país do presente” e propõe o trabalho em equipe, a espiritualidade e a felicidade como formas de atingir a capacidade máxima profissional e a plenitude como seres humanos, questões com as quais concordo totalmente!

Por fim, “Fraldas Corporativas” apresenta as diferentes opções de carreira, do negócio próprio ou familiar ao emprego no setor público. O livro é material de primeiríssima qualidade e sem dúvida um excelente guia para os jovens que se preparam para desbravar a “selva corporativa”.

Heitor Penteado de Mello Peixoto Filho
Diretor Executivo e sócio-fundador da BSP – Business School São Paulo, agora parte da Laureate International Universities, professor e pesquisador nas áreas de empreendedorismo e estratégia empresarial.


Livros de Poesia


Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home