Rascunhos e Releituras Musicais

"Nesse espaço, Alfredo Assumpção, resolveu brindar os visitantes do SITE com os trabalhos musicais em andamento. São obras já compostas com ritmo, melodia e harmonia iniciais, mas sem os trabalhos complementares de definição final de ritmo e harmonia, incluindo, também, os trabalhos de produção musical, com gravação em estúdio, afinação de vozes, arranjos musicais, mixagem, masterização e confecção de capa para singles ou álbuns, assim como sua distribuição por lojas virtuais. Dependendo, até CDs físicos podem surgir desses Rascunhos Musicais. Assim, o visitante assistirá aqui uma música sendo executada, com voz e violão, na sua forma nua e crua. É para que tenha conhecimento de todo o processo porque passa uma música, desde sua composição até sua gravação. O visitante a vê nascer. Depois, mais tarde, vai se encontrar com a música novamente, só que após passar por um verdadeiro banho de loja no mundo da música. Serve também para apresentar músicas ainda não gravadas à artistas de renome que queiram gravar músicas novas. Alfredo Assumpção se considera sempre mais compositor do que cantor. Assim, de antemão, ele disponibiliza todas suas músicas, incluindo as gravadas profissionalmente por ele, para todos os artistas. Quem as quiser gravar, pode gravar, seguindo os trâmites legais e jurídicos que regem o processo no Brasil e no mundo. Para resumir, esse processo legal, passa por normas e orientações, com amparo em jurisprudência firmada, para gravação, execução, e/ou edição e distribuição das músicas, tendo como base a UBC, ECAD e todo o complexo legal que norteia o setor musical. Aqui o visitante do site encontrará também músicas já gravadas que receberam de Alfredo Assumpção uma releitura. Ele refaz harmonia e ritmo e canta de forma diferente à gravação original. Sua intenção é facilitar o entendimento do visitante sobre as músicas possibilitando que a pessoa possa tocar a música de forma simples apenas com o violão ou ao piano. Enfim, para fazer pequenas apresentações para grupos de amigos ou mesmo tocar nos barzinhos da vida."

As músicas abaixo: Basta o Olhar, Meninas Que Sabem, Tatuagem de Felicidade e Recomeçamos, completam o novo Álbum “Harmorização”. Serão 12 músicas românticas na linha da Bossa Nova e Jazz. Aqui, no que chamo de Rascunho Musical, apenas busco apresentar o trabalho desde a composição até a arte final, após a produção musical. Vão sentindo o gostinho. Tudo aqui remete ao romantismo e à felicidade, ainda com somente voz e violão. Espero que gostem. Alfredo, o Lé.

Passos Solitários
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Passos Solitários é uma música que narra o momento de um soldado, oriundo da guerra, com seus pensamentos, enquanto caminha solitário do avião em que chegara até um táxi. Poema encontrado no meu livro Baixo das Mangas.

Paixão Errante
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Paixão Errante é mais uma bossa nova de Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha. Trata de amor de final feliz, uma tônica no trabalho da dupla. É como Alfredo sempre diz: “Viva a Vida!”

Amo Você
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Feita como presente do dia dos namorados para a Naninha, minha eterna musa, quem é presenteada com música e poesia há quase 50 anos. Viva a vida!

Vou Chegar Lá
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Homenagem aos meus Santos protetores, Iemanjá e São Bento. Vou Chegar Lá é um samba afro cheio de positivismo. Sempre com final feliz sob as benção de Iemanjá e São Bento. Amém. Aqui, ainda na forma de rascunho musical. Depois de produzido, o samba vai ficar demais.

Limpa a Área
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Samba afro em homenagem à Iemanjá, minha santa guia e protetora. Adorei fazer. Ela merece. Me dá tanto amor. Aqui está minha retribuição.

Sombras Vivas
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Sombras Vivas (Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha) é mais uma bossa nova cheia de ondulações.

Hotel Flamingo
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Homenagem ao Hotel Flamingo, início de Las Vegas, onde fomos muito felizes , Nádia e eu.

Teu Corpo
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Teu Corpo é uma canção que se origina do poema de mesmo nome de um dos meus livros, Um Demônio Chamado Mulher.

Catingueira
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Com essa música eu comecei minha jornada como compositor. Sabendo colocar no violão somente o acorde E, eu a fiz com 3 partes melódicas, alem de incluir um poema lindíssimo - Vingança do Matuto. Eu tinha apenas 16 anos de idade e o violão era emprestado. Risos.

A Day In the Life
(Lennon & Paul)

Um cover da música que mais amo dos Beatles.

Canção Para Você
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Canção Para Você se origina num poema que se encontra no meu livro Amando, clique aqui para saber mais sobre este livro..

Seu Momento Mais Feliz
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Este poema encontra-se originalmente no meu livro “Amando”. Lá, na figura feminina. Adorei fazer essa música com todas suas ondulações. Nada como Romantismo e Amor para amenizar tudo. Música ainda somente com voz e violão . Depois da produção musical ficará muito demais.

As Deusas
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Fizemos essa música no início dos anos 1970 para duas amigas que dividiam um lar. Somente agora, acho eu, consegui chegar à uma harmonia e à uma forma de cantar que a deixa expressar todo aquele relacionamento lindo que nossas amigas viviam.

a

Virei Rei
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Um sambinha pra aliviar os corações. Sempre de final feliz.

Amor Sem Adeus
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Afagar de Mãos
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Afagar de Mãos é um poema que escrevi há uns 15 anos. Resolvi musicá-lo agora. Aqui apresentado em forma de rascunho musical. Mais tarde teremos a música produzida com todos os elementos possíveis.

Com a Menina da Roda
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Amor em Transe, Mar Afora
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Summertime
(George Gershwin)

Amo essa música bem como todo o trabalho do Gershwin. Aqui está como meu rascunho musical, fazendo numa levada diferente.

Somos Só o Amor (Versão 2)
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Aqui numa levada intimista , voz e violão em rascunho musical. Apenas para sentir a levadinha, mesclando samba canção e bolero com bossa nova.

Antonico
(Ismael Silva)

Adoro pesquisar, achar e mostrar. É uma forma de eternizar o que temos de bom na nossa música popular brasileira. Aqui temos um clássico atemporal.

Chica
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Baiana Faceira
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Preconceito
(Wilson Batista e Marinho Pinto)

La Vie en Rose
(Edith Piath e Louiguy - versão de Louis Armstrong)

Composição imortal desde os anos 1940. Tanto em francês quanto em inglês. Amo essa música. Aqui, numa levada intimista de voz e violão em um dos meus Rascunhos Musicais.

Francesa no Samba
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Dedicada à minha grande amiga Martine, quem foi minha Chairwoman na IIC Partners.

Canção do Amor Eterno
(Alfredo Assumpção)

Love After Death - Gatinha Manhosa
(Roberto Carlos e Erasmo Carlos)

Doce Piriguetee
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

As Deusas
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

La Vie en Rose
(Edith Piath e Louiguy - versão de Louis Armstrong).

Composição imortal desde os anos 1940. Tanto em francês quanto em inglês. Amo essa música. Aqui, numa levada intimista de voz e violão em um dos meus Rascunhos Musicais.

Canteiros Plantados
(Alfredo Assumpção)

Há muito tempo não fazia uma balada rock. Ouvi Cat Stevens no dia dos pais e resolvi fazer uma música em homenagem às minhas filhas. E espero que a todos os lares pelo Brasil afora. Espero que curtam.

Bocadinho de Você - A Little Bit From You
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Nothing to Lose
(Henri Mancini)

Uma bossa nova feita fora do Brasil. Tema do filme Convidado Bem Trapalhão. Tempo bom. Bons filmes e boas músicas. Aqui um cover bem na rusticidade de voz e violão no que chamo de rascunho musical.

Love After Death
(Gatinha Manhosa Roberto Carlos e Erasmo Carlos)

Um cover de Gatinha Manhosa com minha versão para o inglês (não é tradução - é outro poema) e levada em bossa nova.

Da Caneta à Paixão
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Basta o Olhar
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Meninas que Sabem
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Tatuagem de Felicidade
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Recomeçamos
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

No Entardecer Carioca
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

O Jardins
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Cadim de Carim
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Levada do João
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

À Francesa
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Mais uma bossa cheia de possibilidades de altos arranjos e muita produção musical, mesclando samba, bossa nova e jazz. Aqui está o rascunho. Conforme prometido, vou apresentando o rascunho das musicas, com gravações simples, para que a pessoa possa comparar o antes e o depois. Aqui somente a melodia, com harmonia e ritmo iniciais. Tudo mudará para melhor.

A Dois
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Fazendo o que mais gosto. Música e poesia. Aqui mais uma música romântica. Mais uma dedicada à minha mulher, Nádia. Ela merece muito. Em 29 de junho completaremos 45 anos de casamento. Começo a celebrar de agora. Fazendo uma música romântica pra ela. A união a dois com toda a cumplicidade de um casal que se ama.

Somos Só o Amor
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)

Odete
(Alfredo Assumpção e Antônio Peçanha)



Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home