Brena Lages - Show ao vivo

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 01/13 (Bom Dia)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 02/13 (Baiana Faceira)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 03/13 (Deixa)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 04/13 (Sol Dourado)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 05/13 (Catingueira)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 06/13 (Paulista)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 07/13 (Copaneguinhabana)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 08/13 (Zona Norte)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 09/13 (Dança e Quintal)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 10/13 (Sempre Se Pode Sonhar)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 11/13 (Seu Olhar)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 12/13 (Flor de Laranjeira)

Brena Lages - Show ao vivo - Parte 13/13 (Seu Olhar)


Formada em escola superior de música e aulas práticas em escola que ensina jazz, samba e bossa nova, dentre outros ritmos coirmãos, Brena Lages Assumpção, filha de Alfredo Assumpção, resolveu abraçar a profissão de cantora. "Se seus pais pudessem financiar seus estudos o que estudaria?" Sua pergunta feita para Alfredo Assumpção que de pronto respondeu: "música, mas se você quiser abraçar essa profissão será preciso cursar uma escola de curso superior". Foi o qe fez. Formou-se como musicista na Santa Marcelina. Cantava pelos botecos dos bairros Jardins, Vila Madalena e outros em São Paulo quando um amigo de Alfredo Assumpção, o Marcos Tribst, resolveu financiar a gravação do seu primeiro CD. Cuidou de gravações em estúdio, mixagem e masterização, pagando todos os músicos. A fase posterior relativas ao fonograma completo, imagens, encartes, produção física de CDs e DVDs, bem como pagamento de filmagens e casa de show ficou à cargo de Alfredo Assumpção. Brena teve a liberdade de escolher os melhores músicos do gênero para gravar seu CD. Escolheu a casa de show e a equipe de filmagem para fazer o DVD. Usou a mesma equipe da gravação para o show. O engraçado é que, ainda estando no processo de escolha de músicas para gravar, fomos visitados por amigo que levou, com sua família, à nossa casa o cantor e compositor Seu Jorge. Pois bem... ele a aconselhou a gravar obras inéditas de seu pai. Foi assim que entraram no álbum "Sempre se Pode Sonhar" oito músicas compostas por Alfredo Assumpção e Antonio Peçanha. As quatro outras músicas são de compositores consagrados. Participaram da gravação do CD e DVD, por ocasião do show na Casa Tom Brasil os seguintes profissionais (aqui citados apenas os principais) : Pedro Simão - violão e guitarra; Luizão Cavalcanti - baixo; Serginho Machado e Thiago Rabello - bateria; Guilhermo Ribeiro - piano; Paulo Malheiros e Bocato - trombone; Chrystian Galante - percussão; João Paulo - flautas; Lino Simão - sax soprano; Walmir Gil - flugel; Marcos Romero - rhodes; Rubinho Antunes - trompete; Alfredo Assumpção - poema Lamento do Matuto; Direção Musical - Pedro Simão; Produção Executiva - Daniel Tonini; Gravação, Mixagem e Masterização - Rodrigo de Castro Lopes. Esse show, rendeu também um CD, que acompanha o encarte do DVD, com a gravação ao vivo. Foram duas noites inesquecíveis.
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home